Supera Educa seleciona novos projetos de empreendedorismo mirim

Qua, 31 de maio de 2017 02:47

Parceria da Supera Incubadora e Colégio Marista já capacitou mais de 600 alunos dos ensinos fundamental e médio


O Supera Educa, iniciativa de empreendedorismo mirim da Supera Incubadora de Empresas de Base Tecnológica, selecionou quatro novos projetos mirins que receberão apoio durante um ano. Desenvolvido em parceria com o Colégio Marista, de Ribeirão Preto, o Supera Educa integra a grade curricular dos alunos do 8º e 9º do Ensino Fundamental e do 1º ano do Ensino médio.

Inspirado na Escola da Ponte, de Portugal, cuja metodologia é pautada no conceito “sem muros, sem professor”, o Supera Educa é pioneiro no desenvolvimento e capacitação do empreendedorismo entre alunos do ensino fundamental e médio.  “O Supera Educa tem como objetivo estimular que os alunos sejam capazes de fazer escolhas próprias, valorizando suas identidades e de desenvolverem conceitos como iniciativa, criatividade e responsabilidade”, explica Saulo Rodrigues, gerente da Supera Incubadora de Empresas de Base Tecnológica.

Criado em 2011, o Supera Educa já capacitou mais de 600 alunos. “Os alunos têm contato com conteúdos que tratam de temas como o Espírito Empreendedor, Quebra de Paradigmas, Análise Econômica e Marketing, entre outros, sempre sob a orientação de profissionais ligados à Supera Incubadora”, enfatiza Rodrigues.

Seleção

A seleção dos projetos acontece em quatro fases: na primeira, com duração de dois semestres, os alunos participam de encontros de empreendedorismo mediados por um colaborar interno da Supera Incubador. “Durante um semestre, os alunos recebem aulas teóricas, com foco em temas como comunicação, trabalho em grupo, finanças organizacionais e sustentabilidade. Depois, são formados grupos de até seis alunos, para a constituição de empresas e a criação de produtos e serviços inovadores”, ressalta.

São cerca de 25 projetos desenvolvidos anualmente, dos quais oito são pré-selecionados para uma banca de apresentação. Os projetos classificados na banca são incubados durante um ano e participam de encontros semanais para o desenvolvimento de ideias. “Os empreendedores mirins têm acesso à temas à dinâmicas de negociação, definição do produto, pesquisa de mercado, oficinas de prototipagem, palestras de oratória, organização financeira, entre outros”, enfatiza Rodrigues.

O projeto já foi contemplado com o Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável na categoria Empreendedorismo Educacional, concedido pelo Instituto Superior de Administração e Economia (ISAE/FGV) e Grupo Paranaense de Comunicação – GRPCOM, e escolhido como o Melhor Projeto de Promoção da Cultura do Empreendedorismo, concedido pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores.


Projetos 2017

Os projetos que receberão apoio na incubadora mirim são: 


- Alarm Mat - um despertador que faz o usuário realmente levantar da cama. Com design semelhante a um tapete, ele desperta com uma música no horário programado e só para de tocar quando seu peso é colocado sobre ele. Configurado através de um aplicativo, o produto possui recursos extras: ele pode ser usado como uma balança de peso e caixa de som.


- Psiconline – o aplicativo conecta jovens e psicólogos, tornando o atendimento mais fácil e sem barreiras geográficas. O aplicativo possuí funções de cadastro, bate-papo, chamada de voz e de vídeo, agendamento e pagamento de consultas.


- Cinta Linf - uma cinta modeladora equipada com um pequeno aquecedor na região uterina, facilmente acionável em caso de cólicas. Alivia a dor rapidamente e deixa a mulher livre para continuar realizando suas atividades cotidianas.


- Ride Away - uma bicicleta ergonômica e sustentável que permite ao usuário carregar o seu celular através do giro das rodas, reduzindo o consumo de energia elétrica e combustíveis fósseis simultaneamente.

Supera Parque

O Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto é resultado de uma parceria entre a Fipase, a Universidade de São Paulo (USP), Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto e Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo. Instalado no Campus da USP local, o Parque abriga a Supera Incubadora de Empresas, o Supera Centro de Tecnologia, a associação do Arranjo Produtivo Local (APL) da Saúde, o Polo Industrial de Software (PISO), além do Supera Centro de Negócios.

Ao todo, são 59 empresas instaladas no Parque, sendo: 40 delas na Supera Incubadora de Empresas de Base Tecnológica; 14 empreendimentos no Centro de Negócios e 5 na aceleradora SEVNA Seed.

Informações para a Imprensa

Medialink Comunicação – (11) 3817-2131

Raul Fagundes – raul.fagundes@medialink.com.br

Ana Cunha – ana.cunha@medialink.com.br | (16) 98152-0398





Voltar para notícias